Por que adventistas não bebem café?


Imagem: Careclub


Os adventistas tem como principio se abster do que pode trazer  prejuízos para a saúde, cuidando assim do corpo, que é templo do Espirito Santo.  “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês.” (I Co. 6:19,20).

A cafeína não está somente presente no café, mas também é encontrada em alguns doces, no chá preto, bebidas a base de cola, sendo uma substancia que tem como  característica a dependência, assim como uma droga, sendo então um estimulante do sistema nervoso central, que causa aumento dos sintomas da ansiedade, podendo aumentar a pressão arterial e alguns outros problemas como, por exemplo, aceleração dos batimentos cardíacos, tremores, desidratação, desconforto abdominal, indigestão e azia.

As tentativas de cessar o uso da cafeína também causam alguns sintomas, por isso é recomendado ir deixando aos poucos, para que os efeitos fisiológicos causados sejam minimizados. De acordo com a nutricionista da CAS, “Quando a pessoa apresenta dor de cabeça, nervosismo, ansiedade e sonolência transitória quando não bebe o café como faz habitualmente, é possível dizer que o indivíduo é dependente da cafeína”, afirma.

A ciência trás poucos estudos sobre os malefícios do uso continuo da cafeína, mas já podemos encontrar em pesquisas assuntos relacionados.

Livro Ciência do Bom Viver 326.1: O chá atua como estimulante, e, até certo grau, produz intoxicação. A ação do café, e de muitas outras bebidas populares, é idêntica. O primeiro efeito é estimulante… Em virtude desses resultados, muitos julgam que seu chá ou café lhes faz grande benefício. Mas é um engano… O uso continuado desses irritantes nervosos é seguido de dores de cabeça, insônia, palpitação, indigestão, tremores e muitos outros males, pois eles gastam a força vital. Os nervos fatigados necessitam repouso e sossego em lugar de estimulantes e hiperatividade. A natureza necessita de tempo para recuperar as exaustas energias.

David  S. Jordan, presidente da Universidade de Leland Stanford (1891-1916). “Café e chá, como álcool, inibem o indivíduo de emprestar de seu futuro estoque força para os propósitos presentes. E nenhum desses faz providência para pagar dano. Cada uma e todas essas drogas dão a impressão de poder, ou um prazer, ou uma atividade, a qual nós não possuímos. Em cada uma e todas elas, a função principal é forçar o sistema nervoso a mentir. Em cada uma e todas elas, o resultado do uso habitual é render ao sistema nervoso incapacidade de dizer a verdade… Com cada uma delas, o primeiro uso faz com que o segundo seja mais fácil… O efeito enfraquecedor na vontade é maior do que o dano para o corpo.”

Olivert T. OsSBORNE, Princípios Terapêuticos, p. 214.
“Enquanto isso (Cafeína) estimula, deixa o cérebro com mais fatiga após o término da ação…Isso causa geral fatiga nervosa e no cérebro ao menos que repouso adequado seja obtido.

No caso de duvidas se determinado alimento contem cafeína ou não, é recomendado ler o rotulo onde está presente os ingredientes do produto presente na embalagem ou ligar para o SAC.

Texto:  Jamile Braz

0 comentários

LEIA COM ATENÇÃO

O seu comentário é super importante para nós e estão abertos para todos. porém alguns critério devem ser seguidos. Não aceitamos:

- Comentários ofensivos.
- Spams.
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
- Comentários duplicados.

Caso não respeitar as regras acima, o comentário será apagado pelos administradores do blog.