CATEGORIA: Resenha

[Resenha34#] Viver em paz para morrer em paz - Mario Sergio Cortella




FICHA TÉCNICA
Título: Viver em paz para morrer em paz
Autor: Mario Sergio Cortella (@MarioSergioCortella)
Numero de página: 175
Editora: Planeta Brasil 
Ano: 2017
Skoob: adicione

Onde Comprar? 

{SINOPSE}
Se você não existisse, que falta faria? Para responder a essa pergunta, o filósofo e escritor Mario Sergio Cortella discute o que é importante na vida. Não é ser famoso nem acumular coisas e propriedades, em uma obsessão consumista. Importante é ser importante para alguém, ou seja, fazer falta para alguém. Como? Confira abaixo os pontos levantados por Cortella neste livro.

• O que se aprende com o óbvio
• Escrever, para apaziguar 
• A diferença está na atitude
• Saudade e nostalgia, raízes e âncoras
• Experiência e imprevistos
• O acolhimento da discordância
• O raio da paixão e a construção do amor
• Viver em paz 
• A ecologia, o apego e o erotismo
• A graça da vida
• A sociedade da exposição
• Como me tornei eu mesmo
• A criação de diferenciais
• Fabricação do passado, anseio de futuro e desespero do consumo
• Evolução nem sempre é para melhor 
• Sexo, o simples e o complexo
• Felicidade como vitalidade 
• Desejo, necessidade, vontade
• Razões da existência

{Resenha por: Débora dos Santos}

O livro Viver em paz para morrer em paz é uma obra do escritor e filósofo Mario Sergio Cortella publicado pela editora Planeta Brasil no ano de 2017.

O livro é bem reflexivo, debate temas comuns entre a sociedade contemporânea como o consumismo, busca pelo suscesso, ecologia e etc.
O autor descreve em seu livro as verdadeiras coisas que importam na vida, e a importância de aproveita-la intensamente.

Cortella escreve coisas para serem refletidas, pois de fato são importantes como: construir pontes entre amigos e não barreiras, ensinar algo ao mundo, deixar uma marca em alguém, ser especial, estabelecer conexões com as pessoas ao redor, ter atitude, e a que mais concordo, aprender a cada dia, como Cortella mesmo diz no livro "Nós nascemos crús e vamos nos fazendo".

Um dos temas abordados que me surpreendeu positivamente é sobre a paixão e o amor, dois sentimentos aparentemente iguais, no entanto, completamente diferentes. Com bons argumentos e exemplos, Cortella debate sobre isso.

Porém encontrei temas que discordo do autor. No capitulo que falava sobre a felicidade encontrei algumas distorções bíblicas como no trecho "Adão e Eva desobedeceram a Deus e comeram o fruto proibido para serem felizes. Se não tivessem caído em tentação, permaneceriam imortais. E a imortalidade é insuportável, ainda mais quando se vive num mundo perfeito - e, como não há ausência de felicidade do paraíso, ninguém poderia ser feliz ali". 

Ao estudarmos a bíblia lá em Gênesis 3, vemos que Adão e Eva não comeram do fruto para serem felizes, pois felicidade não os faltava, comeram por que acreditaram na mentira de que Deus estava escondendo algo deles, quando na verdade Ele estava os privando, e que poderiam ser tão sábios quanto Deus.

Em outro trecho Cortella diz: "O paraíso devia ser tedioso. A serpente cumpre uma grande função, ainda que de natureza simbólica, ela nos permite a felicidade." 

Observei que esses trechos não tem o menor sentido, Pois Deus criou um lugar maravilhoso, para fazer feliz o homem, lugar sem dor, sem sofrimento e com certeza sem tédio, pois aquele lugar é imenso e havia muita coisa para se explora, conhecer, desfrutar e sentir. De forma alguma a serpente proporcionou felicidade a humanidade, tudo o que ela quis trazer e trouxe foi destruição e sofrimento para os filhos de Deus que viviam em plena felicidade com seu criador.

Para ser sincera com vocês, não me diverti com a leitura, numa análise geral: leitura cansativa, linguagem muito complexa, descoerente, e com distorção bíblica. Confesso que fui enganada pela capa, que me passou a impressão de ser um livro jovem, divertido e interessante.

Apesar de tudo, o livro tem pontos bons, se quiserem tirar suas próprias conclusões, leiam o livro, e me digam depois o que acharam dele, e seus pontos de vista.

Amigos, espero ter ajudado. Beijão, e até a próxima!

postagens relacionadas

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA COM ATENÇÃO

O seu comentário é super importante para nós e estão abertos para todos. porém alguns critério devem ser seguidos. Não aceitamos:

- Comentários ofensivos.
- Spams.
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo.
- Comentários duplicados.

Caso não respeitar as regras acima, o comentário será apagado pelos administradores do blog.